A Viagem Certa - Tem coisa melhor do que falar sobre a viagem? Só a própria viagem!

O BLOG INDEPENDENTE COM AS MELHORES DICAS DE PARIS: AS QUE NÃO ESTÃO EM TODOS OS GUIAS

Iguarias francesas: ostras!

6 de novembro de 2011

Com o frio, chegou a época de comer ostras na França. Responsável por aproximadamente 90% da produção européia do molusco, o país produz ostras na costa do Mediterrâneo, na costa do Atlântico (principais locais: Bretanha, bacia de Marennes-Oléron, L’île de Ré, L’île de Noirmoutier, e Bouin) e na costa do Canal da Mancha (Normandia). Submetidas ao controle sanitário rigoroso, as ostras podem ser consumidas cozidas ou cruas. Nesse caso, o consumo deve ser realizado em até 10 dias após serem retiradas da água. Ricas em proteínas e pobres em calorias, gordura e colesterol, também são fonte de zinco, iodo, ferro, cálcio e magnésio. A denominação de “ostras” é regulamentada na França e elas devem ser nomeadas/numeradas de acordo com seu peso: n°5 : 30 g à 45 g; n°4 : 46 g à 65 g; n°3 : 66 g à 85 g; n°2 : 86 g à 110 g; n°1 : 111 g à 150 g; n°0 : acima de 151 g. Bom, nem preciso dizer que, para estrear a temporada, fui de cara pedindo uma número 0 (2,50 euros cada).

O local escolhido foi o bar à vin Le Baron Rouge (1, Rue Théophile-Roussel – metrô: Ledru-Rolin), perto do Marché D’Aligre. As ostras ficam numa bancada na calçada. Basta você escolher, pagar, esperar que elas sejam abertas na sua frente e seguir para dentro do bar, onde irá degustá-las com um bom vinho! É um programa e tanto para o fim-de-semana!

Além do Le Baron Rouge, outra lugar para degustá-las é o Le Comptoir des Mers, no Marais. Se preferir comer em casa,  sugiro as peixarias da Rue Mouffetard e Rue Daguerre.

3 comentários para “Iguarias francesas: ostras!”

  1. […] de onde comprar um maravilhoso). Para quem gosta de frutos do mar, a Coquille Saint-Jacques e as deliciosas ostras do norte estão no auge. De sobremesa, escolha uma Buche de Noel (Pierre Hermé e Eric Keiser são […]

  2. […] Ostras  – agora é a hora para comer ostras fresquinhas! Aproveite! […]

  3. […] em cada estação. E no inverno tudo é absolutamente diferente do verão. É a época das ostras, dos lagostins e da Coquille Saint-Jacques. Também é época de Foie gras, uma das iguarias mais […]

Deixe um comentário