A Viagem Certa - Tem coisa melhor do que falar sobre a viagem? Só a própria viagem!

O BLOG INDEPENDENTE COM AS MELHORES DICAS DE PARIS: AS QUE NÃO ESTÃO EM TODOS OS GUIAS

île d’Oléron: a terra das ostras Label Rouge

17 de abril de 2012


A île d’Oléron, maior ilha da França depois da Córsega, tem apenas 8 cidades e natureza exuberante. Localizada no Atlântico, a pouco mais de 100 Km de La Rochelle e pertencente ao departamento de Charente Maritime, tem praias de areia fina, bem diferente das praias do Mediterrâneo, e florestas preservadas que cobrem 12 % do seu território. Em suas charmosas vilas, as típicas casas de pescadores dão o toque de autenticidade ao local. A bicicleta é o meio de transporte preferido. E é possível percorrer seus 110 Km de ciclovias atrás de mais um simpático local para degustar as únicas ostras da França que possuem um “label rouge”, um selo de qualidade superior que atesta a rigorosa submissão de do alimento à condições particulares de produção que o distinguem de outros itens da mesma espécie.

Les huitres Marennes Oléron são ostras cultivadas na região em cativeiros construídos entre terra e mar, em áreas pantanosas. Dada sua localização, os cativeiros possibilitam que as ostras se alimentem conforme o ciclo das marés. Além disso, sendo pouco profundos, os cativeiros garantem que a luz os penetrem constantemente, garantindo o desenvolvimento do fitoplâncton (algas microscópicas). O fundo formado de argila impermeável garante a alta concentração de nutrientes.

São 2 tipos de ostras que possuem o “label rouge”: fine de claire vertepousse de claire. Além desses, há outros dois tipos na região, mas que não possuem o selo: fine de claire e a speciále de claire. O cativeiro possui condições particulares que possibilitam que as ostras se alimentem em poucas horas, adquirindo assim características desde fitoplâncton particular do meio em que são criadas. A parede dos cativeiros pode se tornar cobertas por uma espécie de alga denominada  “navicule bleue” que, produzindo um pigmento azulado, origina o tom esverdeado tão característico das ostras do tipo fine claire verte. Para degustar as ostras em Oleron você pode comprá-las nos mercados das cidades ou degustá-las nos restaurantes dos portos. Uma ótima opção é o porto de La Cotinière (f0t0s abaixo).

Frequinhas, do mercado de Cheray para casa
No porto de La Cotinière
 

Deixe um comentário