A Viagem Certa - Tem coisa melhor do que falar sobre a viagem? Só a própria viagem!

O BLOG INDEPENDENTE COM AS MELHORES DICAS DE PARIS: AS QUE NÃO ESTÃO EM TODOS OS GUIAS

Journée du Patrimoine em Paris: o que visitar

13 de setembro de 2013

Criada em 1984, a Journée Européene du Patromoine  acontece em diversos países da Europa. Em 2013 ela acontece no próximo fim-de-semana, dias 14 e 15.09. Diversos prédios oficiais, ocupados por órgãos do governo, abrem suas portas para receber visitantes. A entrada é gratuita e você pode visitar quantos lugares desejar: teatros, escolas, hospitais, ministérios e prefeituras.  Vale tudo para se aprofundar na história da França.

journée europeene 2013

Para saber todos os locais que estarão abertos à visitação em Paris neste ano, acesse a área de pesquisa do site oficial do evento. Se clicar em “recherche géographique” aparecerá o mapa da França. Vá aproximando até que apareça o mapa de Paris e pronto, você pode acessar todos os lugares e informações necessárias para programar a visita. Ou então basta digitar o nome do prédio que quer saber se faz parte da programação. As filas são grandes, então é preciso paciência. Fique atento aos horários de funcionamento e também dos tours que tem horário marcado e local de encontro pré-definido. Confira aqui minhas dicas para este ano, ou seja, as opções que eu tentaria (ou tentarei) fazer:

1. Residência do Embaixador da Sérvia: mansão que, além de ter uma vista incrível para a Torre Eiffel, reúne um acervo incrível de obras de arte;

2. Musée Cluny: museu da Idade Média, com direito a visitar as termas romanas subterrâneas;

3. Ccollège des Bernardins: o prédio data do Séc XII e, após ter formados muitos monges, passou à propriedade do Estado com a Revolução Industrial e chegou até a servir de prisão. Hoje pertence novamente à Diocese de Paris. Totalmente restaurado, sua nave ainda guarda o formato original.

4. Cinturão de trem do 15e arrondissement: antes uma ferrovia, hoje um espaço natural preservado. Descubra a fauna e a flora ao longo desta ferrovia desativada, uma verdadeira surpresa em meio à vida urbana de Paris.

Deixe um comentário