A Viagem Certa - Tem coisa melhor do que falar sobre a viagem? Só a própria viagem!

O BLOG INDEPENDENTE COM AS MELHORES DICAS DE PARIS: AS QUE NÃO ESTÃO EM TODOS OS GUIAS

Les Calanques: beleza estonteante entre Marseille e Cassis

10 de julho de 2015

Cassis é uma cidadezinha super charmosa, vizinha de Marseille, que já faz parte da rota turística de quem visita o sul da França. Não é para menos: ela dá acesso à algumas das mais belas visões que se tem a partir do mediterrâneo francês: os Calanques de Marseille.

Cassis e Calanques_A Viagem Certa_9

Cassis e Calanques_A Viagem Certa_21

Cassis e Calanques_A Viagem Certa_12

Cassis e Calanques_A Viagem Certa_15

Cassis e Calanques_A Viagem Certa_13 Cassis e Calanques_A Viagem Certa_36
Cassis e Calanques_A Viagem Certa_22 Cassis e Calanques_A Viagem Certa_14

Os calanques (em língua provençal, “calanco”significa um vale formado pela passagem de um rio, causando uma depressão geográfica importante nos rochedos) fazem parte de uma área de quase 6 mil hectares terrestres e mais de 2 mil hectares marítimos que constituem desde 2012 o Parc National des Calanques. Toda a área conta com proteção ambiental especial, com o intuito de proteger não apenas os Calanques propriamente ditos, mas toda a fauna e a flora do parque, que recebe atualmente 1,3 milhões visitantes por ano.

Os 20 Km terrestre dos Calanques podem ser percorridos a pé e oferecem um vista estonteante, literalmente de tirar o fôlego conforme a altura dos mirantes que você escolher para apreciar a paisagem a partir das imensas falésias calcárias. É devido à sua formação rochosa – ela data da Era Mesozoica, ou seja, 261 a 65,5 milhões de anos –  que os calanques são assim, branquinhos, e justamente por isso criam esta paisagem única ao contrastar com o azul do mar.

Para uma visão marítima deste espetáculo natural, o ponto de partida é o porto de Cassis, de onde saem diariamente diversos barcos (a cada 15 minutos ou meia hora, a depender da estação e do movimento) e é possível escolher entre os passeios por 3 (duração 45 minutos) ou 9 calanques (duração 1h50), que custam respectivamente 16 e 27 euros euros por pessoa.

Cassis e Calanques_A Viagem Certa_33

Cassis e Calanques_A Viagem Certa_37

Cassis e Calanques_A Viagem Certa_31

Cassis e Calanques_A Viagem Certa_26

Cassis e Calanques_A Viagem Certa_24

Para quem está de carro, outra rota sugerida é a Route des Crêtes. Ela sai de Cassis e vai até a cidade vizinha, chamada La Ciotat. Tem vários mirantes pra apreciar as águas azuis do Mediterrâneo. Dá para parar em tudo, sem pressa. Em La Ciotat uma dica legal é almoçar no Calanque de Figuerolles. O Lugar é bem bonito e mais tranquilo que os restaurantes do porto em Cassis.

Route des Cretes Cassis_A Viagem Certa

E para quem quer fugir da loucura de Cassis sem se afastar da região, a praia de Bestouan (Plage de Bestouan) pode ser uma ótima pedida. Além de restaurante e bar, tem uma vista linda do Cap Canaille, especialmente no final da tarde.

Cassis e Calanques_A Viagem Certa_19

Cassis e Calanques_A Viagem Certa_18

Cassis e Calanques_A Viagem Certa_20

Cassis e Calanques_A Viagem Certa_1

Cassis e Calanques_A Viagem Certa_3

É ali que fica o Hotel de la Plage – Mahogany, uma excelente opção de hospedagem. Embora simples, com decoração com jeito de praia e sem muita frescura, o destaque fica por conta da localização: para pisar na areia é só atravessar a rua e a vista é realmente magnífica. E bastam 10 minutos de caminhada para chegar ao agito do porto de Cassis.

Hotel Mahogany Cassis

Hotel Mahogany Cassis_2

Fotos: Hôtel Mahogany, que nos apoiou nesta viagem.

Dicas Práticas

Para chegar lá: Cassis fica a  830 Km de Paris, de onde é possível pegar o TVG até Marseille (3h30 de viagem) e depois um trem local, que demora aproximadamente 35 minutos. Para chegar até o centro é preciso caminhar um pouco ou então, pegar um táxi, já que a estação não fica no centro da cidade. O ideal passar um final de semana, ainda que seja para dormir apenas uma noite. Para quem pensa em visitar toda a região, não há o que hesitar: o ideal mesmo é alugar um carro.

Para acessar o parque a pé: Tudo é muito bem regulamentado, seja pela proteção ambiental, sela pelo risco de incêndio durante o verão. Para conhecer todos os meios de acesso e as regras, consulte o site oficial do Parc National des Calanques.

Visite Marseille: a cidade é enorme e tem milhares de coisas para descobrir. Temos duas dicas aqui no blog de locais que amamos lá: MUCEM e Vallon des Auffes.

Para ficar em Marseille: Mama Shelter Hôtel.

2 comentários para “Les Calanques: beleza estonteante entre Marseille e Cassis”

  1. Bóia disse:

    Oi, Clau. Tudo bem? :)

    Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia – Natalie

Deixe um comentário