A Viagem Certa - Tem coisa melhor do que falar sobre a viagem? Só a própria viagem!

O BLOG INDEPENDENTE COM AS MELHORES DICAS DE PARIS: AS QUE NÃO ESTÃO EM TODOS OS GUIAS

Em Paris, todo dia é dia de feira… ou quase!

26 de fevereiro de 2016

Ir ao “marché” em Paris é uma das maneiras mais agradáveis de penetrar na cultura gastronômica da França. Independentemente da possibilidade de cozinhar ou não em Paris, visitar uma feira de rua ou mercado na cidade é a ocasião ideal para se ter contato com a verdadeira cultura gastronômica francesa. A cidade tem hoje mais de 50 marchés, cobertos ou não, que dispõem dos mais variados produtos, como frutas, verduras, legumes, carnes, peixes, aves, queijos e frios. Além disso, é um prato cheio para os curiosos: cenoura roxa, branca ou amarela, 5 ou 6 tipos de repolho, cogumelos de todas as cores e formatos.

 IMG_2561 IMG_2560
IMG_2563 IMG_2562

feria Place Monge_A Viagem Certa - 1

Espalhados pela cidade, eles atendem à todos os bairros e funcionam praticamente todos os dias, exceto às segundas. Aqui estão os meus preferidos:

Marchés de rua

Marché Maubert – Place Maubert – ter e qui: 7h/14h30; sáb: 7h/15h. A barraca de queijos é divina. Para legumes, procure Thierry. Ele também fica na Place Monge aos domingos. Seus produtos são ótimos e, com um pouco ed intimidade, até receita e política acaba saindo neste encontro.

Marché Monge –  Place Monge – qua e sex: 7h/14h30; dom: 7h/15h. É a minha feira de todo final de semana. Apesar de gostar de tudo, tem duas barracas que não abro mão:  a de maçãs, para o suco delicioso e fresquinho e a barraca libanesa que vende Manakish, uma espécie de esfirra gigante. Além da simpatia do pessoal, é mesmo uma iguaria imperdível!

L1000839

Marché Bastille – Boulevard Richard Lenoir – qui: 7h/14h30; dom: 7/15h

Marché aux fleurs et aux oiseaux Cité – Place Louis Lépine e Quai de la Corse – seg/sáb: 8/19:30h; dom: 8/19h. Esse é para encher os olhos. Pertinho da Notre-Dame, enche de turistas a observarem os pássaros e as flores. Vale o passeio!

Marchés cobertos

Marché  Saint-Quentin – 85 bis, Bd Magenta – ter/sex: 9/13h e 16/19:30h; sáb 9/13h e 15:30/19:30h. É nele que às vezes eu caio na tentação da feijoada. Além de barraca brasileira, tem barraca portuguesa que serva bacalhoada, africanas e outras nacionalidades.

Marché couvert des Enfants Rouges – 32, Rue Bretagne – ter e qui: 8h30/13h e 16h/19h30; sex/sáb: 8h30/13h e 16h/20h; dom: 8h30/14h. Mais do que um lugar para comprar legumes e verduras, é procurado pelas barracas de comidas. Crepes, sandubas, comida italiana, árabe, africana e marroquina. Não deixe de provar o chá de menta no marroquino. O crepe é diversão pura, mesmo com fila.

Marché couvert Beauvau (marché d’Aligre) – Place d’Aligre – ter/sex: 9h30/13h e 15h30/19:30h; dom: 8h30/13h30. Localizado no 12e arrondissement, ao redor do Marché tudo é motivo para mais um gole. Isso o mesmo: rodeado de bares, o lugar ferve aos finais de semana. meu bar predileto é o Baron Rouge. Com apenas 4 ou 5 mesas e alguns barris que servem como apoio, a maior parte da clientela bebe e conversa de pé, após escolher entre os inúmeros rótulos de vinho. Para acompanhar, tábuas de frios e queijos. No Inverno – geralmente a partir de Outubro – serve ostras fresquíssimas a preços bem razoáveis. 1, rue Théophile-Roussel; tel. + 33 1 43 43 14 32; qua/sex. 10h/14h e 17h/22h; sáb. 10h/22h e dom. 10h/16h.

 

Deixe um comentário