A Viagem Certa - Tem coisa melhor do que falar sobre a viagem? Só a própria viagem!

O BLOG INDEPENDENTE COM AS MELHORES DICAS DE PARIS: AS QUE NÃO ESTÃO EM TODOS OS GUIAS

François Miron: uma rua especial no Marais

17 de março de 2016

O Marais infelizmente não é mais o mesmo. Há muito tempo foi tomados por cadeias internacionais e poucos restaurantes se salvam no bairro. No entanto, um canto ou outro ainda tem seu encanto. É o caso da Rue François Miron que, mesmo pertinho do metrô Saint-Paul, conta um pedacinho da história de Paris e ainda tem mercearias, galerias e verdadeiros achados.

rue Francois Miron_Claudia Gazel_A Viagem Certa_dicas de Paris - 1 (1)

rue Francois Miron_Claudia Gazel_A Viagem Certa_dicas de Paris - 56rue Francois Miron_Claudia Gazel_A Viagem Certa_dicas de Paris - 3rue Francois Miron_Claudia Gazel_A Viagem Certa_dicas de Paris - 6

rue Francois Miron_Claudia Gazel_A Viagem Certa_dicas de Paris - 1 rue Francois Miron_Claudia Gazel_A Viagem Certa_dicas de Paris - 74

rue Francois Miron_Claudia Gazel_A Viagem Certa_dicas de Paris - 9rue Francois Miron_Claudia Gazel_A Viagem Certa_dicas de Paris - 49

Galerie L’Oeil Ouvert. Para quem curte street art e pensa em ter algo do gênero em casa, a Galerie L’Oeil Ouvert é passagem obrigatória. Tem trabalhos de artistas como Jef Aerosol, Fred le Chevalier e Miss Tic. 74 rue François Miron.

rue Francois Miron_Claudia Gazel_A Viagem Certa_dicas de Paris - 38rue Francois Miron_Claudia Gazel_A Viagem Certa_dicas de Paris - 43

Petit Pan – criações incríveis em tecidos e papeis, com inspiração oriental. Tudo simples, sem muito fru-fru, mas com originalidade e bom gosto. São 3 lojas nesta rua: uma dedicada à decoração e roupas infantis, outra só para decoração e ainda uma de armarinhos e tecidos. 37 rue François Miron.

rue Francois Miron_Claudia Gazel_A Viagem Certa_dicas de Paris - 35rue Francois Miron_Claudia Gazel_A Viagem Certa_dicas de Paris - 27

rue Francois Miron_Claudia Gazel_A Viagem Certa_dicas de Paris - 19

 

 

rue Francois Miron_Claudia Gazel_A Viagem Certa_dicas de Paris - 32

rue Francois Miron_Claudia Gazel_A Viagem Certa_dicas de Paris - 13

Azag – objetos de decoração, bijoux e papelaria selecionada à dedo, muitos deles de origem francesa. É de enlouquecer. 9 rue François Miron.

rue Francois Miron_Claudia Gazel_A Viagem Certa_dicas de Paris - 60

rue Francois Miron_Claudia Gazel_A Viagem Certa_dicas de Paris - 69

Sentou – é especialista em peças de design. Se o seu bolso não pode pagar pelos móveis e objetos assinados, garanto que vale a visita, pois as coisas são lindas. 29 rue François Miron.

rue Francois Miron_Claudia Gazel_A Viagem Certa_dicas de Paris - 81 rue Francois Miron_Claudia Gazel_A Viagem Certa_dicas de Paris - 77

Gilbert Gilbert – minuciosamente criadas à mão por Sylvie Gilbert, suas bijoux tem toque refinado e delicado. 35, Rue François Miron.

Primo – italiano pequenininho e com comida caseira que fica na esquina da  Rue Tiron. Delicioso!  1 rue Tiron.rue Francois Miron_Claudia Gazel_A Viagem Certa_dicas de Paris - 53

2 comentários para “François Miron: uma rua especial no Marais”

  1. Tayassu disse:

    Mana, sabe aquele achado na boca do povo que, dantes era preceito bíblico, mas depois, pela nossa Mãe, a Portuguesa Língua, o tal dito religioso virou provérbio popular.

    Refiro-me ao: …”Deus escreve certo por linhas tortas”…

    No seu caso Mana, você escreve viagem certa por linhas e imagens entre as ruas tortas, velhotas, usadas e cansadíssimas dessa Paris; uma Paris pelos seus olhos-Claudia.

    Como era pressuposto, foi dito e feito… Bastou-me ler a sua página sobre a Rua François Miron, prá gostar do que li e vi.

    E para os que não sabem o bairro do Marais; que se pronuncia: Maré lembra a cantiga popular: eu sou pobre, pobre, pobre de Maré, Maré, Maré…

    Embora naquele bairro quem mora e viva está mais prá… eu sou rico, rica, rico de Maré, Maré, Maré…

    O Marais é também tanto e mais judio, quanto ele é livre, desbocado, homo e heterossexual, embora mais homo; lógico e, desse modo, quando o descobri há 16 anos atrás foi incrível ver um bairro tão judeu sob a luz do dia e tão virado sob as poucas luzes noturnas.

    O que acho bacana nessa sua Paris – viagem certa é que você é mesmo CERTEIRA como flecha ameríndia em alvo distante.

    Seu blog abre as pernas-ruas de Paris, des-cobre o que por debaixo é Paris desnuda, retira a segunda pele da Cidade Luz e revela pra gente turista ou viajante curioso o que Paris não conta, não desconta, não dá, não entrega e não divide senão como gente feito você.

    Continua Claudia com esse diário de bordo, esse caderno de viagem, esse roteiro pelo “des-cobrimento” que é só um tira-gosto e que gosto ele tem!!!

    Salve Claudia! E segue esses pedaços de palavra pois que boto fé nessa sua viagem certa…

    Abraço da “(” Catitu
    que dança com árvores nas ruas verdes de Paris com seus jardins, largos, parques e recantos com relva…

    Paz e prosperidade ao “Viagem Certa”; pode crer!

  2. Marilena cesar disse:

    Vamos até esta rua amanhã . Obrigada .

Deixe um comentário