A Viagem Certa - Tem coisa melhor do que falar sobre a viagem? Só a própria viagem!

O BLOG INDEPENDENTE COM AS MELHORES DICAS DE PARIS: AS QUE NÃO ESTÃO EM TODOS OS GUIAS

Minhas épiceries em Paris

19 de abril de 2016

Não só turistas dos quatro cantos do mundo visitam a capital francesa; Paris é praticamente uma Torre de Babel, com quase 15% da população de estrangeiros. Americanos, africanos ou brasileiros. Chineses, coreanos ou vietnamitas. Paquistaneses ou ingleses. Libaneses ou sírios. Por isso, haja mercado, vendinha e mercearia para afastar aquela saudade imensa da terra natal.

Porque aquilo que já fora considerado até como doença psicológica nos séculos XVIII e XIX, o tal banzo, pode ser curado com um bilhete de avião, mas amenizado com a música, o contato com amigos e parentes e até mesmo pela comida do país de origem.

Em Paris, além de afastar o banzo, dá para fazer um tour gastronômico do mundo através daquilo que uma conhecida chamou de “mercadinho da saudade”. Confira minha lista e divirta-se.

PORTUGUÊS

ma petite epicerie_Claudia Gazel

Ma Petite Épicerie – localizada pertinho do Marché d’Aligre, no 12e arrondissement, esse mercadinho português tem desde bolinho de bacalhau até couve fresquinha, farinha de mandioca e feijão preto de qualidade inigualável. É uma mão na roda no dia da feijuca em casa. 2 rue d’Aligre.

ASIÁTICOS

epiceries Paris _ A Viagem Certa_Claudia Gazel_Dicas de Paris - 2

epiceries Paris _ A Viagem Certa_Claudia Gazel_Dicas de Paris - 1

epiceries Paris _ A Viagem Certa_Claudia Gazel_Dicas de Paris - 3

Place Maubert – em pleno Quartier Latin há um aglomerado de mercadinhos com especialidades chinesas, japonesas, vietnamitas e tailandesas. Lá dá para encontrar até mandioca!

ITALIANO

epiceries Paris_italiano _ A Viagem Certa_Claudia Gazel_Dicas de Paris - 17

epiceries Paris_italiano _ A Viagem Certa_Claudia Gazel_Dicas de Paris - 1

Sapori d’Italia – há 20 anos no mesmo endereço, essa pequena tratoria tem pratos deliciosos, presunto de Parma ou Saint-Daniele fresquinhos, a verdadeira gianduia e ótimo atendimento. 22 rue Lacepede – 75005; ter/sáb. 10h30/13h30 e 16h30/20h30 (sáb. até 20h).

BRASILEIRO

Alegria Brasil – misto de restaurante e mercearia (tem poucos produtos), dá para matar a vontade de feijoada, pastel e coxinha. fica dentro do Marché de Saint-Quentin, Bls Magenta.

Coisas do Brasil – estive uma vez para comprar carne-seca à preço de foie-gras. Depois, passei a encontrar tudo – quase tudo – fazendo um tour mais perto de casa, na Place Maubert e no Marché d’Aligre.

JAPONÊS/KOREANO/CHINÊS

K-Mart – um supermercado muito bom, e vende até peixes para sushi. É um clássico para quem está nas redondezas da Rue Sainte-Anne. 8, rue Sainte-Anne; seg/dom. 10h/21h

CHINÊS

Big Store – O supermercado é imenso e tudo o que se pode imaginar em termos de legumes, verduras, grãos, molhos e utensílios. É preciso cuidado para não se perder lá dentro, pois não é nada difícil! E praticamente impossível sair de mãos vazias. 81, Avenue d’Ivry; ter/dom. 9h/19h.

Leia também: Meus endereços no 5e arrondissement; O lado asiático de Paris.

Deixe um comentário